quinta-feira, 17 de abril de 2008

Bikini Kill


Falar em movimento Riot Grrrls e não falar na Bikini Kill é algo muito difícil, já que foi com elas no inicio de 1990 que também surgiu o movimento. A Bikini Kill teve uma história, que digamos breve, já que acabou oficialmente em abril de 1998.
A banda acabou? Sim!
Só que com isso deixaram toda uma história de ideologia, com toda a certeza deve ser por isso que a banda é citada como influência de 9 entre 10 bandas de Riot Grrrls que surgiram posteriormente. Kathleen(vocalista) acostumava tirar a blusa nos shows e escrevia palavras como Slut em seu corpo, segundo um dicionário que eu consultei Slut significa mulher devassa, mas na verdade esse é um significado ‘bonitinho’ para a palavra PUTA, que é um termo pejorativo usado contra as mulheres, mas Kathleen tinha outra atitude que ao meu ver é um separatismo, que era pedir os homens para se retirar para o fundo e as mulheres irem pra frente do palco pra cantar, agitar e receber zines, falando em fanzine junto com o nascimento da banda também nasceu uma fanzine também chamada Bikini Kill, pra falar nunca tive acesso ao conteúdo desse zine, mas se alguém tiver pode mandar aê que eu postarei. Essas atitudes que se iniciaram com Kathleen são hoje muito fáceis de ver em shows específicos de bandas Riot.
Como já foi dito a banda acabou há alguns anos, mais precisamente há 10 anos, mas ela continua viva na memória dos fãs e dos simpatizantes do movimento Riot Grrls, e negar a sua importância para esse movimento é algo que está fora de cogitação.
Já foi postada anteriormente uma breve história do movimento Riot Grrrls, se você gostou e simpatizou com o movimento essa é uma banda que tem que ser OBRIGATORIAMENTE conhecida!

Formação

Kathleen Hanna - Vocalista

Kathi Wilcox - Baixista

Tobi Vail - Baterista

Billy Karren – Guitarrista






3 comentários:

Mônica disse...

E com turnê no Brasil ein?!
Meninas, vim aqui da uma olhada no blog, dar parabéns pela iniciativa, sempre massa ver lances como esse e convidar vocês pra darem uma passada pelo blog do coletivo Ao Ataque, que também tem o zine...
http://coletivoaoataque.blogspot.com/


Abraço.

kalib disse...

Essa banda eu conheço... o som é bem interessante e original...
Por sinal, sempre vi muitas bandas femininas com trabalho semelhante a bandas masculinas...já nos riffs dessa banda podemos ver claramente a originalidade.. ;]

parabéns pelo blog meninas...prima.. \,,/

Mayra "oldschool" C. disse...

Foi com o Bikini Kill que eu comecei a me interessar por rock. Além da atitude transbordante elas tinham uma proposta muito clara: fazer rock sem cair na armadilha do "banda de garotas". Talento elas têm de sobra..